Jornal: Um terço dos veículos parados na blitz das eleições são do Nordeste

Notícias Políticas

Durante as blitz das eleições realizadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), um em cada três veículos parados foram abordados na região Nordeste, onde o presidente Lula (PT) obteve uma votação maior que Jair Bolsonaro (PL). No segundo turno das eleições, foram fiscalizados 2.887 veículos na região Nordeste, com foco na verificação de equipamentos obrigatórios e identificação veicular.

Fonte: UOL

Apesar de representar apenas 17,9% da frota veicular do país, o Nordeste foi o local onde ocorreu a maioria das abordagens durante a blitz das eleições da PRF. No Sudeste, que concentra 47,8% da frota, foram abordados 2.543 veículos, enquanto no Nordeste foram fiscalizados 2.887 veículos. No total, a PRF abordou 9.133 veículos em todo o país. Esses números levantam suspeitas de que houve uma atuação direcionada para prejudicar eleitores da região Nordeste por motivações políticas.

Fonte: AutoEscola Online

Silvinei Vasques, diretor-geral da PRF durante a gestão de Bolsonaro, está sendo investigado pela Polícia Federal em um inquérito relacionado à blitz das eleições. Vale ressaltar que Vasques foi indicado ao cargo pelo senador Flávio Bolsonaro em 2021 e também pediu votos para Bolsonaro enquanto ocupava a posição de chefe da PRF. Esses fatos contribuem para a investigação em curso sobre a possibilidade de interferência política na ação da PRF durante as eleições.