Câmara Municipal do Recife pressiona pela implementação da Lei Geral do Esporte

Notícias Políticas

Câmara do Recife cria comissão para fiscalizar aplicação da Lei Geral do Esporte

Durante uma sessão ordinária realizada na última segunda-feira (3), a Mesa Diretora da Câmara do Recife anunciou a criação da Comissão Interpartidária de Acompanhamento da Lei Geral do Esporte. A decisão foi tomada em resposta a um requerimento apresentado pelo vereador Rinaldo Junior (PSB), com o objetivo de permitir que o Legislativo possa utilizar mecanismos institucionais para fiscalizar a implementação do dispositivo, que inclui medidas para combater a violência nos estádios de futebol da cidade.

Além do autor do requerimento, a comissão será composta por Alcides Cardoso (PSDB), Almir Fernando (PCdoB), Gilberto Alves (Republicanos), Ivan Morais (PSol), Junior di Bria (PSB) e Liana Cirne (PT).

A iniciativa surgiu em decorrência dos episódios de violência no futebol pernambucano e do recente caso de espancamento de Lucas Rosendo, um torcedor de 21 anos do Santa Cruz. Ele foi agredido quando se dirigia ao estádio do Arruda em 21 de maio de 2023. Apesar de ter sido socorrido e encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade Tabajara, em Olinda, Lucas não resistiu aos ferimentos e veio a falecer.

Fonte: DP

Câmara do Recife cria comissão para fiscalizar aplicação da Lei Geral do Esporte e combater a violência nos estádios

Durante a sessão ordinária realizada na última segunda-feira (3), a Mesa Diretora da Câmara do Recife anunciou a criação da Comissão Interpartidária de Acompanhamento da Lei Geral do Esporte. A decisão veio em resposta à necessidade de combater a violência no futebol da cidade e garantir o cumprimento das diretrizes estabelecidas pela lei. A comissão terá como objetivo reunir os diversos atores envolvidos e promover ações para possibilitar uma maior participação das famílias e dos torcedores nos jogos e praças esportivas do Recife.

O vereador Rinaldo Junior (PSB), responsável por apresentar o requerimento que resultou na criação da comissão, ressaltou a importância desse trabalho conjunto: “A partir da audiência pública que promovemos no mês passado, foi verificada a necessidade de termos uma comissão para trabalhar pelo fim da violência no futebol na cidade, visando acompanhar o cumprimento do que preconiza a Lei Geral do Esporte. A comissão tem o papel de reunir todos os atores que podem contribuir para acabar com a violência e, assim, possibilitar maior participação das famílias e dos torcedores nos jogos e praças esportivas do Recife”.

Fonte: Globo

A iniciativa visa proporcionar um ambiente seguro e acolhedor para os torcedores, fortalecendo a cultura esportiva e promovendo o respeito e a paz nos estádios. Com a criação da comissão, espera-se que a aplicação da Lei Geral do Esporte seja efetiva e contribua para a transformação positiva do cenário esportivo na cidade.