Confusão durante palestra escolar em Porto Alegre envolve Polícia Civil

Notícias Policiais

Colégio João XXIII esclarece polêmica envolvendo palestra da Polícia Civil em Porto Alegre

O Colégio João XXIII emitiu uma nota de esclarecimento em relação à controvérsia ocorrida durante uma palestra do programa “Papo de Responsa”, realizada pela Polícia Civil do Estado. Segundo a instituição, houve uma mudança na abordagem temática sem prévio diálogo, resultando em uma perspectiva punitiva em vez de educativa, o que não está alinhado com a proposta pedagógica da escola. Além disso, a condução da palestra foi considerada ofensiva, intimidatória e ameaçadora para a Orientadora Educacional do Ensino Médio e os estudantes presentes.

Fonte: Terra

Colégio João XXIII toma medidas e oferece suporte após incidente durante palestra policial

O Colégio João XXIII está adotando as medidas apropriadas e fornecendo suporte aos estudantes e à profissional que foram constrangidos e desrespeitados durante a polêmica palestra. O Chefe da Polícia Civil do RS, Delegado Fernando Antônio Sodré de Oliveira, emitiu um pedido de desculpas público aos estudantes e à comunidade escolar. Além disso, uma denúncia formal foi apresentada à Corregedoria da Polícia Civil para que seja realizada uma apuração adequada do caso. O colégio busca garantir que situações semelhantes não ocorram no futuro e reafirma seu compromisso com um ambiente educacional seguro e respeitoso.

Fonte: Globo

Colégio João XXIII repudia declaração do palestrante e confia na apuração rigorosa da Corregedoria da Polícia Civil

O Colégio João XXIII expressou seu repúdio à declaração do palestrante dada à rádio Guaíba, por apresentar informações inverídicas e atacar novamente o profissional da escola. Acredita-se que a Corregedoria da Polícia Civil conduzirá a investigação dos fatos de forma rigorosa e imparcial.

A instituição educacional é conhecida por sua proposta humanista, democrática e comunitária, e acredita que a educação é a base para uma sociedade justa e humanizada. A comunidade escolar está unida para garantir a segurança e a integridade dos estudantes e profissionais da escola.

Em uma declaração posterior, o Chefe da Polícia Civil do RS pediu desculpas à comunidade do Colégio João XXIII e aos estudantes, lamentando os acontecimentos durante a palestra do projeto “Papo de Responsa”. Ele reiterou o compromisso da Polícia Civil em manter um diálogo aberto com as gerações mais jovens, ensinando sobre o trabalho policial, prevenção às drogas e a importância de figuras como os professores. O Chefe da Polícia Civil colocou-se à disposição para discutir abertamente o assunto e reafirmou o compromisso de servir, proteger e dialogar com a comunidade.