Mineira é encontrada morta em apartamento na zona sul de São Paulo; polícia investiga

Notícias Policiais

Polícia investiga morte de mineira encontrada em apartamento na zona sul de São Paulo

A Polícia Civil está conduzindo investigações sobre a morte de Dalliene de Cassia Brito Pereira, uma mulher de 21 anos, cujo corpo foi encontrado no último sábado, dia 1º de julho, dentro de seu apartamento em Santo Amaro, na zona sul de São Paulo. Dalliene, natural de Uberaba (MG), residia na capital paulista junto com uma amiga.

De acordo com informações fornecidas pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP), a amiga de Dalliene relatou em seu depoimento que, ao chegar ao apartamento por volta das 6h da manhã de sábado, ouviu alguns ruídos. Ela tentou chamar pela vítima, mas não obteve resposta, encontrando a porta trancada.

Fonte: UOL

Ao entrar no apartamento, a amiga de Dalliene deparou-se com o corpo da jovem, nu, com ferimentos no punho e um travesseiro sobre o rosto. A Polícia Civil está empenhada em esclarecer as circunstâncias que envolvem a morte da jovem e determinar as causas do ocorrido. As investigações estão em andamento para identificar possíveis responsáveis e esclarecer os fatos relacionados ao trágico acontecimento.

Fonte: Vale News

Morte de jovem em apartamento na zona sul de SP é investigada pela polícia

As autoridades estão investigando a morte de Dalliene de Cassia Brito Pereira, uma mulher de 21 anos, cujo corpo foi encontrado em seu apartamento localizado em Santo Amaro, na zona sul de São Paulo. Segundo informações do G1, Dalliene dividia o apartamento com uma amiga e, de acordo com relatos, as duas compartilhavam apenas uma chave e não costumavam trancar a porta.

O estranhamento surgiu quando a amiga de Dalliene chegou ao apartamento na manhã do último sábado e percebeu que a porta estava trancada, algo incomum. Preocupada, ela chamou a polícia para verificar a situação. Posteriormente, a chave foi encontrada dentro do apartamento.

A polícia entrou no local e descobriu o corpo de Dalliene deitado na cama, apresentando ferimentos no punho. Segundo informações do G1, ela estava nua e havia um travesseiro sobre seu rosto. Um vizinho relatou ter ouvido pedidos de socorro e barulhos, porém, não havia mais ninguém no apartamento além de Dalliene.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) informou que foram solicitados exames ao Instituto de Criminalística (IC) e ao Instituto Médico Legal (IML) para auxiliar na investigação do caso, determinando a causa da morte da jovem e identificando possíveis suspeitos. O registro do caso foi feito como homicídio no 27° Distrito Policial, no Campo Belo. As autoridades estão empenhadas em esclarecer os fatos e trazer justiça para o caso.