Polícia realiza invasão em casa de ordem de freiras na Nicarágua

Notícias Policiais


Quatro freiras brasileiras da ordem religiosa das irmãs dos Pobres de Jesus Cristo foram presas após a invasão policial ocorrida ontem (2) em sua casa em León, Nicarágua. As freiras faziam parte da Fraternidade dos Pobres de Jesus Cristo, que está presente na Nicarágua há sete anos.

A ordem religiosa faz parte da Fraternidade O Caminho, fundada em 2001 pelo padre Gilson Sobreiro, pela irmã Serva das Chagas Ocultas do Crucificado, pjc, pela leiga Márcia Oliveira Maia Prates e alguns jovens.

Após a invasão, as quatro freiras foram deportadas para a missão em El Salvador, onde estão em segurança, de acordo com informações divulgadas pela fraternidade.

Fonte: acidigital

Através de uma nota oficial publicada nas redes sociais, a fraternidade O Caminho expressou sua gratidão pelos sete anos de missão das freiras nas terras da Nicarágua. Eles agradeceram à acolhida da Igreja e do povo durante esse período em que seu carisma esteve presente no país, servindo os pobres em suas diversas necessidades. A nota enfatizou a prioridade de oferecer a si mesmos e a presença de Cristo neles como o principal serviço prestado.

Fonte: BP

A fraternidade também expressou sua gratidão a todas as consagradas, leigos, jovens, benfeitores e amigos que contribuíram para a missão e tornaram possível levar Cristo aos mais necessitados. A nota informou que as quatro freiras foram enviadas para a missão em El Salvador. Concluindo, eles pediram a bênção de Deus para todos os envolvidos.