Yago Dora vence etapa do Rio e mantém troféu do Circuito Mundial de Surfe no Brasil

Notícias Do Mundo


Yago Dora conquista título do Circuito Mundial de Surfe no Rio de Janeiro

O surfista brasileiro Yago Dora brilhou na etapa do Rio de Janeiro do Circuito Mundial de Surfe, realizada na praia de Itaúna, em Saquarema, neste sábado. Com uma impressionante performance na grande final, o catarinense de 27 anos recebeu uma pontuação perfeita dos jurados, alcançando um 10 em um incrível aéreo. Essa vitória garantiu a permanência do troféu no Brasil, depois de três conquistas consecutivas do seu compatriota Filipe Toledo. Além disso, o resultado coloca Yago Dora na disputa por uma vaga no WSL Finals, a última etapa do campeonato.

Fonte: Wiki

Para se consagrar campeão, Yago Dora superou o também brasileiro Jadson André nas quartas de final, apresentando manobras de alto nível em boas ondas. Na semifinal, enfrentou o bicampeão mundial John John Florence e saiu vitorioso, demonstrando consistência e habilidade. Em uma bateria com poucas ondas de destaque, o talentoso surfista catarinense avançou para a sua primeira final em grandes circuitos na sua carreira.

Fonte: EBC

Yago Dora conquista o título do Circuito Mundial de Surfe no Rio de Janeiro em uma final emocionante

O surfista brasileiro Yago Dora enfrentou o australiano Ethan Ewing na grande final da etapa do Rio de Janeiro do Circuito Mundial de Surfe. Apesar das condições do mar não oferecerem grandes ondas, Yago não desistiu e tentou várias manobras. Foi no final da bateria, quando restavam pouco mais de 15 minutos, que ele arriscou um incrível aéreo que levantou o público presente na areia. Os jurados não hesitaram em dar a nota máxima, um 10, consagrando Yago Dora como campeão.

Com essa vitória, os surfistas agora se preparam para a próxima etapa, que será realizada em Jeffreys Bay, na África do Sul, a partir do dia 13 de julho. Com a pontuação obtida neste sábado, Yago Dora sobe para a quinta posição no ranking mundial e entra na briga por uma vaga no WSL Finals, que reunirá os cinco melhores surfistas da temporada. Na lista, o Brasil também conta com João “Chumbinho” Chianca em terceiro lugar e o líder Filipe Toledo, ambos eliminados nas oitavas de final no Rio.